Fim da novela: Metropolitano fecha acordo e vai mandar jogos do Catarinense em Ibirama

Foto: Divulgação

O presidente do Metropolitano, Valdair Matias, confirmou a Equipe Show de Bola em entrevista nesta sexta (8) à volta do Metropolitano para a cidade de Ibirama, ou melhor, não vai sair da cidade. O Clube chegou a anunciar que mandaria os jogos no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, em parceria com Avaí pois a estrutura em Ibirama não atendia as exigências da Federação Catarinense de Futebol. Seria necessário fazer a troca do gramado e o sistema automatizado de irrigação.

Após reunião com o gestor do Atlético de Ibirama, Giovane Nunes, e demais gestores da equipe do Alto Vale, as partes chegaram a um novo acordo. Na reunião o Metropolitano acertou um contrato de utilização do Estádio da Baixada pelo período de cinco anos. O Clube Atlético de Ibirama não vai cobrar o aluguel do Estádio pelo período, onde o Metropolitano ficará responsável pelas adequações do Estádio para participação na Série A do Estadual.

Segundo o presidente do Metropolitano, Valdair Matias, o clube recebeu um orçamento de R$ 367 mil reais para troca do gramado e sistema de irrigação. Após as tratativas entre Metropolitano, Ibirama e empresa responsável o valor final da obra será de R$ 218 mil reais. A diferença do primeiro preço apresentado ficou justamente pela participação do Atlético de Ibirama que fará a disponibilização por parte do Grupo de Empresas Marquetti de todo o maquinário necessário para a obra.

Na próxima terça-feira (12) as máquinas iniciam a retirada do gramado da Baixada. A empresa solicitou um prazo de 30 dias para o campo voltar a ser usado após a implantação de todo novo sistema.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.