Falta de agentes dificultam trabalhos de investigação da Polícia Civil em Blumenau

Foto: Carlos Tonet/Jornal de Blumenau.

A falta de agentes e uma legislação penal desatualizada dificultam o trabalho investigativo da Polícia Civil, afirma o Delegado Regional Rodrigo Marchetti. A cidade que já teve 97 agentes, tem 80 policiais distribuídos em cinco delegacias. São elas a Central de Polícia, 1ª e 2ª DPs, Delegacia de Proteção a Mulher, Criança e Adolescente e a Sub Delegacia da Vila Itoupava.Os profissionais de plantão trabalham em turnos de 24 horas e no serviço administrativo o expediente vai das 13h às 19h.

Além disso, para o delegado a legislação penal também atrapalha na atuação, já que a lei é branda e por muitas vezes os criminosos são presos e soltos logo  em seguida. Em relação à isso, uma proposta para reforma do Código Penal Brasileiro é analisada por uma comissão especial do Senado. O texto propõe o aumento da pena para crimes de homicídio e dificulta a progressão de regime prisional.

Para ter validade, o projeto de reforma do Código Penal ainda deverá ser aprovado pelo plenário do Senado e, em seguida, pela Câmara dos Deputados. Poderá haver recurso para que o texto também seja analisado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado antes de ser encaminhado ao plenário.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”