Estiagem não deve comprometer abastecimento de água em Blumenau

Foto: Wellington Civiero Ferreira / NW Blumenau

O Vale do Itajaí passa por um período de estiagem que traz problemas típicos de tempo seco, como baixa umidade do ar, incêndios ambientais e até preocupação com o consumo inadequado de água. De acordo com o Centro de Operações do Sistema de Alerta (CEOPS), para o mês de agosto eram esperados 132 mm de chuva, porém até agora foram registrados apenas 12,3 mm.

O Coordenador do CEOPS, Dirceu Severo, conta que desde março o volume de chuvas vem caindo na região do Vale do Itajaí. “A estação de outono é o período que se tem as menores precipitações em média, e no inverno também não costuma chover muito. Mas essa estiagem que nós estamos passando já começou em março, desde março nós tivemos chuva abaixo da média” – explica o meteorologista.

Abastecimento de água está garantido

Apesar do período de estiagem o Samae de Blumenau não apresenta problemas com relação a captação de água. De acordo com o Gerente de manutenção do Samae, Guto Reinert, a represa do Salto garante a captação de água mesmo com o nível do Rio Itajaí-Açu. “Nós estamos monitorando com bastante atenção, porém Blumenau vem na contra-mão de outras cidades que já estão sofrendo com a captação de água bruta. O Samae de Blumenau está com plena captação de captação, tratamento e abastecimento de água.” – conta o especialista. Apesar disso o Gerente orienta a população para que ainda assim economize água.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”