Em chapa única e por aclamação, Ivan Kuhnen é eleito presidente do Metropolitano

Depois de idas e vindas, polêmicas e expectativas, finalmente um nome surgiu. O tão comentado empresário Ivan Kuhnen – e ainda vice-presidente do clube – foi candidato em uma única chapa e, por aclamação, eleito novo presidente do Clube Atlético Metropolitano. A posse oficial de Kuhnen acontecerá no próximo dia 1º de junho, em local a ser definido pela nova diretoria.

Ivan passará a ser, a partir do primeiro dia do mês de vem, o sétimo presidente na história do Metropolitano. Alfonso Rogério (2002 a 2003), Rober von der Heyde (2004 a 2005), Jaime de Andrade (2006 a 2007), Edson Pedro da Silva (2008 a 2011), Erivaldo Caetano Júnior (2012 a 2013) e Marcelo Romeu Georg (2014 a 2015) integram a lista de todos os mandatários do clube na história.

Em entrevista coletiva ao final da assembleia que definiu outros nomes para a diretoria executiva e conselho deliberativo, os “novos” nomes comentaram sobre algumas novas ideias daqui pra frente. Uma dessas propostas é a criação de uma Comissão Financeira, que será responsável por buscar um orçamento mensal para o clube de R$250 mil. Esse valor, segundo Kuhnen, seria suficiente para fazer uma equipe brigando pelo acesso à Série C.

Em meio a tudo, o vice-presidente eleito, Erivaldo Caetano Júnior – o Vadinho – confirmou a participação na Série D. “Esse grupo que está hoje nunca deixaria o Metropolitano de fora dessa competição. Seria um retrocesso” afirmou em entrevista à Rádio Nereu Ramos. “Hoje o único objetivo do clube é subir”, destacou Ivan.

Outros detalhes, preparação e formação do elenco para a quarta divisão, renovações de contratos, tudo isso passará a ser definido a partir desta sexta-feira, quando a nova diretoria passa a traçar os planos para os próximos dois anos do Metropolitano. A estreia na “D” está marcada para o dia 12 de junho.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”