Eleições x Turismo – Que Deus salve o turismo

Estamos em cima das eleições do primeiro turno. Mas deve haver um segundo turno no país e aqui no Estado. É o que as tais pesquisas de intenção de voto nos dizem.
Mas vamos combinar. O que tem dado de erro nestas tais pesquisas é brincadeira. Ainda está na memória a vitória do nosso prefeito Napoleão aqui em Blumenau que nas pesquisas era a terceira opção.
Das duas, uma. Ou quando pesquisadas, as pessoas ainda não sabem e só ¨chutam”, ou a metodologia das pesquisas está ultrapassada. Aquela história de instituto de pesquisas comprado por determinado candidato eu, particularmente não acredito, pois a moral de uma empresa deste tipo que sempre apresentasse erros, iria ¨pro brejo¨, perdendo a credibilidade.
Mas, todo este comentário é só uma opinião, pois o que eu quero falar é sobre as propostas que acompanhei durante todo este tempo nas tvs e nas rádios, das centenas de candidatos a deputados, senadores e a presidência.
Apesar de não ter contado, acredito que mais de 300 pessoas estão se candidatando neste pleito. Foram horas e horas de promessas, criticas e opiniões de como melhorar este estado e o nosso país. Milhares de sugestões embasadas em uma única certeza. – Se eu for eleito, tudo vai melhorar.
Se pensássemos com mais razão colocávamos todos lá e teríamos todos os problemas resolvidos e pronto.
Pena que não dá pra ser assim , pois a coisa mais fácil do mundo é criticar os outros e depois que não for eleito (que é o caso da imensa maioria dos candidatos) ficar na oposição por mais quatro anos dizendo que o povo votou errado. E assim sempre foi e sempre será.
Mas ainda não é o meu assunto principal. O que quero ressaltar é que , mesmo com milhares de sugestões de centenas de candidatos, não vi nem ouvi (embora não tenha visto ou ouvido todos os programas), ninguém, isto mesmo ninguém, colocar como base de um determinado programa de governo, a área do turismo.
È incrível como o turismo é desprezado nas campanhas eleitorais. Como deve render pouco voto falar em turismo.
Um setor da economia pujante como o turismo, com baixíssimo investimento e alto retorno a sociedade, e tão pouco explorado em todos os níveis. Volto a frisar que investir no turismo é melhorar as cidades, a educação a saude e a mobilidade urbana.
Vou ficar aqui esperando, pois um dia temos que acordar e pensar um pouco mais em ações de turismo e entender que mudar as nossas vidas tem a ver com divulgar as nossas regiões e cidades. Ser polo turístico é crescer em todas as áreas fundamentais de uma população gerando riquezas para todos.
Tomara que um dia a classe politica também pense com carinho nesta idéia e as propostas de refinem e o turismo seja visto como grande fomentador de riquezas para o povo.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”