Duas famílias são feitas reféns dentro de casas em Blumenau

A noite de terça-feira foi de terror para duas famílias dos bairros Fortaleza e Velha. Homens, mulheres e crianças foram amarrados e tiveram armas apontadas por criminosos. Segundo a Polícia Militar, o primeiro caso foi por volta das 21h15min na Rua Valdelar dos Santos, na Fortaleza.
Um casal e dois filhos estavam na cozinha quando quatro homens armados e encapuzados invadiram a residência. As vítimas foram amarradas, amordaças e trancadas em um dos cômodos. Os ladrões permaneceram na casa por 45 minutos e roubaram R$ 10 mil de um cofre, eletrônicos e dois veículos da família, um C4 branco com placas MGP-0912 e um Megane prata com placas MGL-8173, ambas de Blumenau.
Outro assalto semelhante ocorreu na Rua Paulo Simão Silva, na Velha. O dono da casa disse a PM que estava em casa com os pais quando um homem armado com uma pistola anunciou o roubo. Toda a família foi amarrada e trancada no banheiro. Foram levados notebooks, HD externo, relógios, óculos e celulares, além de R$ 300 em moedas. Segundo a vítima, o criminoso tem uma tatuagem de um cifrão no braço.
Nos dois casos a Polícia Militar fez buscas, mas nenhum suspeito foi localizado. Os crimes devem ser encaminhados agora para a investigação da Polícia Civil.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”