Devo Contratar no Seguro Desemprego?

Eu como consultora jamais posso julgar uma empresa que tenha essa postura de contratar funcionários que estão no seguro desemprego. Perante o governo sabemos que isso é irregular, a empresa pode até sofrer uma multa por estar contratando um funcionário no seguro desemprego e o funcionário também pode ser punido, tendo ele que devolver esse dinheiro pro governo.
Qual a desvantagem disso? Quando o funcionário é demitido, para a empresa está tudo certo, demite o funcionário, paga os dias trabalhados e assim finalizou o processo de demissão, no entanto o colaborador muitas vezes acaba sentindo-se lesado, e então começam as brigas entre colaborador e empresa.
Muitas empresas acreditam ser vantagem ter esse funcionário por não existir os tributos que incidem na folha de pagamento, ele ficará por um período sem pagar INSS, FGTS, décimo terceiro e proporcional de férias, e para o colaborador é muito “vantajoso”, pois além dele receber o salário no mês, ele ainda estará recebendo um salário extra que é o seguro desemprego.
Muitas empresas que já dei consultoria aconteceram esses problemas, pois na hora que o funcionário é demitido, ele exige os “direitos” proporcionais aos dias trabalhados, sendo que ele não tem esse direito, por estar trabalhando irregular dentro da empresa.
Então você empresário que gosta ou tem o costume de contratar nessas condições, ou vocês entram em comum acordo antes de contratar esse colaborador ou meu conselho é que você registre desde o primeiro dia, você estará fazendo um grande bem para sua empresa.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”