Deputado Jean Kulhmann afirma que PSD terá candidato próprio nas eleições para prefeito em 2016

Foto: Reprodução/Portal Sala de Notícias.

O PSD, Partido Social Democrático, não deve apoiar o atual prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes na disputa pela reeleição em 2016. A informação foi dada pelo Deputado Estadual Jean Kulmann, nesta quarta-feira (02), no desfile de aniversário da cidade.

Kuhlmann ainda descartou qualquer possibilidade do partido ficar de fora da eleição para prefeito. Ele reconhece que dentro da sigla existem opiniões contrárias a uma candidatura própria, mas garantiu que o PSD vai concorrer ao cargo.

“O PSD terá candidato. Não existe hipótese alguma do PSD não ter candidatura. Nós estamos construindo um projeto. Nos temos um partido forte, não tem como ficarmos de fora”. Jean Kulhmann ainda afirmou estar a disposição do partido para ir para as eleições do ano que vem.

Ainda sobre as eleições municipais, o PC do B, Partido Comunista do Brasil, que em 2012 esteve coligado com o PT na disputa pela prefeitura de Blumenau, pode no próximo ano se aliar a outras siglas ou até lançar candidatura própria. Segundo o Secretário Adjunto de Estado da Assistência Social, Arnaldo Zimmermann, que é filiado ao PC do B, falta muito tempo para decidir o destino do partido. Ainda de acordo com Zimmermann, o seu nome também está a disposição.

Os partidos políticos têm até o dia 5 de julho de 2016 para registrar as candidaturas de prefeito e vereador.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”