Defesa de motorista que provocou acidente com morte de casal tenta anular pedido de prisão preventiva

O advogado do motorista que provocou o acidente que matou um jovem casal em Indaial pediu a anulação do pedido de prisão preventiva do cliente. Segundo ele, Geovani dos Santos Machado não havia pedido transferência para um hospital do Paraná, como informou a justiça ao efetuar o pedido.

Geovani deixou o hospital e está preso na UPA, Unidade Prisional Avançada, de Indaial. No dia 22 de junho ele conduzia um VW Gol que invadiu a pista contrária, no trevo de Timbó, e bateu de frente com um Peugeot, onde estava o casal Adriana Jucéli Katoni e Everton Kreusfeld. Os dois morreram no local. Segundo a PRF, Geovane apresentava sinais de embriaguez.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”