Dalirio pede financiamento emergencial ao BNDES para santas casas e hospitais filantrópicos

Um comitiva com representantes de hospitais catarinenses, acompanhada do senador Dalírio Beber, do PSDB, se reuniu com representantes do BNDES nesta quarta-feira. O senador intermediou o encontro que serviu para um apelo das unidades de saúde que pedem uma linha de financiamento emergencial.

Segundo Dalírio, “os hospitais filantrópicos, principalmente em Santa Catarina, são importantes e fundamentais para o atendimento no serviço público de saúde. Esperamos que o BNDES possa vir ao encontro deste desespero que vivem hoje essas instituições, responsáveis pelo acesso do cidadão ao SUS”.

A rede privada e filantrópica em Santa Catarina é responsável pelo atendimento de 77% dos usuários do SUS, mas não tem recebido o reconhecimento devido. Além da histórica defasagem da tabela do SUS, os gestores enfrentam quatro meses de atraso no repasse dos pagamentos por parte do governo do estado. A cada 100 reais aplicados pelos hospitais, o Sistema Único de Saúde só repassa 60 reais.

O BNDES reconheceu a importância do papel dos hospitais filantrópicos, se mostrou sensível as demandas das entidades, e propôs uma reunião com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, que deve ser agendada com o presidente do BNDES, no Rio de Janeiro, ainda neste mês de maio.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”