Costureiras entram em greve em indústria têxtil da Itoupava Central

Paralisação começou na manhã desta quarta-feira devido ao fim do primeiro turno de trabalho. Foto: Paula Luetke.

As costureiras do primeiro turno da Malharia Cristina, na Rua Dr. Pedro Zimmermann na Itoupava Central, entraram em greve na manhã desta quarta-feira. O movimento é coordenado pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Têxteis e é motivado pelo anuncio da empresa em terminar com o  primeiro turno de trabalho. As cerca de 40 costureiras teriam de trabalhar no horário geral, o que provocou a revolta.

Segundo as trabalhadoras, elas necessitam de tempo durante o dia para os afazeres domésticos. Além disso, as mulheres possuem filhos em creches e algumas cuidam de idosos que não poderiam ficar sozinhos durante todo o período do dia.

O sindicato reclamou da falta de negociação da empresa, mas espera conseguir uma reunião para discutir o assunto com a paralisação. A greve é por tempo indeterminado.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”