Coronavírus pode impactar setor têxtil de Blumenau

Foto: Divulgação / Fiesc

Enquanto autoridades de saúde divulgam medidas para evitar a proliferação do Covid-19, o novo coronavírus, economistas calculam o impacto que a doença pode causar na economia. Na China, epicentro da epidemia do coronavírus, o surto tem fechado fábricas e centros comerciais, com regiões inteiras em quarentena.

O setor têxtil é o que pode sofrer os principais reflexos na região. As empresas importam matéria prima, como fios e tecidos especiais, produtos químicos e até o produto final, com destaque para as roupas de inverno, que indústrias já importam prontas do mercado chinês. O presidente do Sintex, José Altino Comper, afirma que ainda não é possível calcular esse reflexo, mas é certo que vai mexer com o setor.

Por outro lado, a dificuldade de importação, se acontecer, pode auxiliar na diminuição do desemprego. A final, se as indústrias necessitarem aumentar a produção própria, podem precisar de mais mão de obra. Outra situação é da exportação. Em fevereiro houve aumento de 20% na venda de produtos brasileiros para a China, Hong Kong e Macau que somaram US$ 4,7 bilhões, segundo o Ministério da Economia.

Ouça:

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”