Convênio com Governo Federal vai garantir cerca de R$ 65 milhões para investimento em mobilidade urbana em Blumenau

Recursos serão aplicados em construção de ciclovias, pontos de ônibus e elaboração do projeto do corredor sul. Foto: PMB.

A Prefeitura de Blumenau assina na próxima sexta-feira um convênio de cerca de R$ 65 milhões com o Ministério das Cidades, através da Caixa Econômica Federal. Os recursos são do PAC II. A solenidade está marcada para às 10h no Salão Nobre. Nesta terça-feira o prefeito Napoleão Bernardes passa o dia em Brasília tratando dos detalhes da liberação do dinheiro.

Segundo Napoleão, os recursos serão investidos na construção de mais de 150 novos abrigos de ônibus, ampliação de ciclovias e elaboração do projeto de construção do corredor sul, para construção de uma faixa exclusiva de ônibus entre os terminais da Fonte e Garcia.

Ainda em Brasília, o prefeito estará visitando o Ministério da Educação onde busca recursos para a abertura de seis novas creches no município e disponibilizar 800 novas vagas. No Ministério da Integração Nacional, Napoleão Bernardes faz a prestação de contas dos recursos liberados para obras de prevenção de cheias e alagamentos e, ao mesmo tempo, tenta garantir mais dinheiro para a continuidade dos trabalhos.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”