Contribuintes isentos do IPTU em 2019 terão benefício mantido até 2021

Foto: Divulgação PMB

A isenção de IPTU para contribuintes que foram contemplados em 2019 foi estendida até o ano de 2021 pela Prefeitura de Blumenau. Além deles, outros contribuintes que solicitaram a isenção neste ano também serão atendidos, totalizando 237 beneficiados.

A isenção é conferida a situações especificadas em lei, como portadores de doenças crônicas, como câncer, Alzheimer, entre outros, além de baixa renda comprovada. Nesta quarta-feira (6), a Secretaria da Fazenda enviou correspondências aos beneficiários, com o objetivo de evitar que eles se desloquem até a Prefeitura para solicitar a isenção.

A medida tem o objetivo de evitar contato social e prevenir possível contágio por coronavírus e como forma de suporte às famílias em maior vulnerabilidade econômica, diante do cenário de crise provocado pela pandemia.

Prorrogação de parcelas

A Secretaria da Fazenda ressalta que continua aberto o prazo para solicitar prorrogação das parcelas de abril, maio e junho do IPTU para os meses de outubro, novembro e dezembro de 2020. O benefício é concedido a quem foi demitido a partir de abril, teve queda de no mínimo 30% dos rendimentos, está inscrito como MEI ou autônomo no munícipio, ou no CadÚnico. Para dar entrada na solicitação, os interessados devem acessar o site oficial da Prefeitura.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”