Confirmada segunda morte por Gripe A, em Blumenau

Foto: Marcelo Martins

Um homem de 69 anos morreu nesta sexta-feira, 30, no Hospital Santo Antônio com sintomas de Gripe A. Ele estava internado desde o início de maio, fazia parte do grupo de risco e não havia sido vacinado. A confirmação da morte pelo vírus influenza foi divulgada nesta segunda-feira, 3. Em abril, uma mulher de 79 anos já havia morrido por Gripe A na cidade. Neste ano são dois óbitos e 11 casos confirmados.

No Estado, só Chapecó tem mais casos de gripe do que Blumenau, com 16 já registrados. Em Santa Catarina já são 12 mortes por Gripe A em 2019. São dois casos em Blumenau, Chapecó e Tubarão, e um em Balneário Camboriú, Brusque, Dionísio Cerqueira, Jaraguá do Sul, Joinville, e São Francisco do Sul.

 

Vacinação aberta a toda população a partir desta segunda-feira

A partir desta segunda-feira, 3, toda a população pode se vacinar contra a gripe, inclusive quem faz parte do público prioritário e que ainda não se vacinou. De acordo com o Ministério da Saúde, a vacinação vai continuar enquanto durarem os estoques da vacina. Em Blumenau são 14 mil doses disponibilizadas. Os interessados devem procurar as unidades de saúde com salas de vacinação. As doses são aplicadas no horário normal de atendimento. Segundo a Vigilância Epidemiológica da cidade, a expectativa é que em duas semanas todo o estoque de vacina seja aplicado.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, até a última sexta-feira, 31, quando terminou a campanha nacional, quase 75% do público prioritário foi vacinado, o que representa 83.251 pessoas. Os grupos prioritários tiveram entre os dias 10 de abril e 31 de maio para se vacinar com exclusividade.

Durante esse período, foram priorizados 111.031 pessoas em Blumenau, entre elas, gestantes, puérperas, crianças entre 6 meses a menores de 6 anos, idosos, indígenas, professores, trabalhadores de saúde, pessoas com comorbidades, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade, além de profissionais de segurança e salvamento.

Segundo o ministério, a escolha do público prioritário no Brasil segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) por serem grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. A vacina é a forma mais eficaz de evitar a doença.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”