Comitê Gestor do Metropolitano capta R$60 mil para pagamento de rescisões

Para quitar as dívidas com atletas que deixaram o clube após o termino da Série D, o Comitê Gestor recém-criado do Metropolitano conseguiu captar um montante de R$60 mil. O valor corresponde às rescisões de contratos com os jogadores que não continuarão na equipe para o ano de 2016.

Confira abaixo a Nota Oficial do Metropolitano após a reunião desta terça-feira que aconteceu na Casa do Comércio:

“Na noite desta terça-feira, dia 13, o Metropolitano registrou mais um momento importante da sua história. O Comitê Gestor realizou a sua primeira reunião visando o planejamento do futuro do Verdão do Vale. O evento contou com a presença de todos os dirigentes e ocorreu na Casa do Comércio, em Blumenau (SC). Vários temas estiveram em pauta, mas o foco foi destinado a gestão até o fim da temporada e trabalho pensando no Campeonato Catarinense de 2016. A adesão de novos patrocinadores também é um fator crucial nas metas da equipe. Não é mistério que o clube vivência um período complicado quanto a questão financeira, mas o Comitê Gestor espera administrar as dívidas e dar um novo gás já pensando nos próximos anos. Há um consenso que o apoio dos sócios torcedores será fundamental no desenvolvimento de todo  projeto. O resgate e captação de novos sócios é visto como prioridade pelo Comitê Gestor do Metropolitano. Não será dado passo em falso. A cautela existe e o debate sobre o planejamento para o estadual já foi iniciado. Foi definido que o Comitê Gestor realizará reuniões semanais. Inclusive, a próxima já está marcada para a segunda-feira, dia 19. A proximidade dos dirigentes proporcionará uma comunicação efetiva no sucesso de toda ação interna e externa do Metropolitano. Todos que estiveram presentes na Casa do Comércio aprovaram as novidades e fecharam o diálogo com um  pensamento: o fortalecimento da marca Metropolitano”.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”