Comando da PM em Blumenau divulga nota sobre suposto envolvimento de policiais em crime sexual

A Polícia Militar de Blumenau investiga a participação de dois policiais em um suposto crime sexual na madrugada desta terça-feira (19). A vítima foi encaminhada ao hospital e será acompanhada por uma comitiva da PM. Não forma divulgados detalhes do suposto crime.

A nota, assinada pelo Tenente Coronel Jefferson Schmidt, comandante do 10º BPM, informa que se for comprovada a participação dos policiais eles responderão processo administrativo e criminal, como prevê a legislação.

Confira a nota da PM:

” O Comando do 10° Batalhão de Polícia Militar (10° BPM) informa que teve conhecimento de suposto envolvimento em crime sexual, na última madrugada, de uma dupla de policiais militares lotados no 10° BPM.

Informa, ainda, que os policiais supostamente envolvidos estão sendo trazidos ao 10° BPM, para que apresentem suas versões dos fatos noticiados, e estarão à disposição da Justiça Militar, em sendo necessário.

Informa, também, que foi deslocada ao Hospital na qual se encontra a suposta vítima, uma comitiva integrada por dois oficiais do posto de capitão, e uma integrante da Rede Catarina, todos lotados no 10°BPM, para melhor se inteirarem da situação noticiada.

Informa, por fim, que não coaduna com qualquer prática criminal por parte de seu efetivo, e que em sendo comprovado eventual envolvimento, serão tomadas todas as providências legais, administrativas e criminais que a legislação preconiza”.

 

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”