Câmara de Blumenau apresenta proposta para construção da sede própria

Imagem: Divulgação / CMB

A mesa diretora da Câmara de Vereadores de Blumenau apresentou nesta quinta-feira,5, a proposta para a construção da sua sede própria. A ideia é que o novo prédio fique localizado no terreno onde atualmente funciona o estacionamento dos servidores do legislativo, na Rua das Palmeiras, ao lado do Museu da Família Colonial. A sede da Câmara será chamada de “Edifício Parque Câmara de Vereadores”.

A construção do prédio tem investimento previsto de 10 milhões de reais, já com todas as instalações e equipamentos. A previsão de conclusão é de seis a oito anos, com investimento inicial de R$ 2 milhões provenientes do fundo próprio da câmara.

Para adquirir o terreno da nova sede o legislativo blumenauense espera fazer uma troca. De acordo com o presidente da Câmara, Dr. Marcelo Lanzarin (MDB), o proprietário do imóvel teria interesse em fazer uma permuta pelo antigo prédio do Centro de Saúde, localizado na Rua Itajaí. A estrutura pertence ao Governo do Estado e por isso precisa ser repassada à Prefeitura de Blumenau.

 

Ouça a entrevista do presidente da Câmara de Vereadores, Dr. Marcelo Lanzarin (MDB):

 

Revitalização do Centro Histórico e criação do parque ciliar:

Além da construção da nova sede da Câmara de Vereadores, o planejamento prevê a revitalização do Centro Histórico da cidade com a criação de um parque. De acordo com o projeto, o parque iniciaria na região do antigo Centro de Saúde, na Rua Itajaí, passando pelo porto, seguindo por baixo da ponte da Rua XV e continuando paralelamente à Rua das Palmeiras, por cima do Ribeirão Garcia.

A previsão de conclusão do parque é até o final de 2020, e será construído com o repasse de R$ 2 milhões do fundo da Câmara para o Executivo.

 

Veja o projeto:

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”