Bombinhas volta a implantar barreira sanitária e proíbe novas reservas em hotéis e pousadas a partir desta segunda-feira

Foto: Jorge Theiss

O Prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Müller, determinou novas medidas de caráter temporário visando o enfrentamento da COVID-19. Entre as medidas anunciadas está a instalação de barreira sanitária na entrada da cidade, entre esta segunda-feira (1), até o próximo dia 14.

A barreira fará a identificação das pessoas que não comprovarem residência fixa no Município, avaliando as condições de saúde via aferição de temperatura corporal e verificação de outros sintomas. Quem estiver retornando de viagens nacionais e internacionais deve firmar termo de compromisso de restrição domiciliar pelo período de sete dias.

A exceção é para pessoas que comprovarem atividade laboral em outro Município e vice-versa. Além disso, haverá a orientação sobre a proibição de entrada e circulação no Município sem o uso de máscaras.

Nestes 14 dias, ficam proibidas reserva para novos hóspedes em hotéis, pousadas, residenciais, casas, albergues e quaisquer outros meios relacionados à locação para turismo e similares, bem como, novas locações de imóveis residenciais de temporada. Os aplicativos ou plataformas de busca e imobiliárias ficam proibidas de realizar reservas e locações.

O decreto assinado na última sexta-feira (29), também proíbe acesso, trânsito e permanência nos parques e trilhas do município. O descumprimento gera penalidades previstas na legislação municipal.

Segundo divulgou a prefeitura, Bombinhas tem 12 casos confirmados de coronavírus, mas o contágio não teria ocorrido de forma comunitária.

Fonte: Assessoria Prefeitura Bombinhas

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”