Blumenauense pretende gastar R$ 172,30 com presente do Dia das Mães

Foto: Agência Brasil

Levantamento feito pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio SC), divulgado nesta sexta-feira, dia 26, revela que o blumenauense pretende gastar pouca coisa a mais em 2019 para presentear as mães, em comparação com o ano passado. O valor médio dos presentes subiu 0,16%, atingindo R$ 172,30, contra a média de R$ 172,02 em 2018. Na comparação com a média do estado o valor está acima, o total do gasto médio dos catarinenses será de R$ 168,43. O levantamento se baseia na Pesquisa Fecomércio SC que ouviu 2.099 pessoas entre os dias 8 e 16 de abril, em sete municípios de Santa Catarina.

Já em relação à intenção de forma de pagamento das compras, a maioria dos blumenauenses tem como objetivo pagar à vista. A opção à vista em dinheiro foi a mais lembrada (60%), sendo seguida pelo parcelamento no cartão de crédito (20,3%) e pela compra à vista no cartão de débito (9,3%).

Ao se tratar do local de compra dos produtos, o comércio de rua vai ser a opção da maioria dos blumenauenses (62,3%), seguido pelos Shoppings Centers (23,7%). O restante dos destinos aparece com pouca relevância, mostrando uma grande concentração da demanda dos consumidores.

Quanto aos produtos mais procurados durante o período que antecede o Dia das Mães, a principal parte dos consumidores presenteará produtos relacionados ao setor de vestuário (43%), seguido pelo setor de perfumes/cosméticos (19%) e pelo de calçados/bolsas (11%). Além disso uma boa parcela dos consumidores (12%) ainda estão indecisos quanto ao presente.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”