Blumenau tem 53 casos confirmados da Covid-19. Número de mortes em SC subiu para 15 e no país para 667

Blumenau soma nesta terça-feira (7), 53 casos confirmados da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Entre os casos confirmados como positivo, cinco estão hospitalizados, sendo que quatro internados em UTI. Os outros 48 casos com testes positivos já passaram ou estão em isolamento domiciliar e com estado de saúde estável.

A Prefeitura de Blumenau, seguindo as determinações feitas pelo Governo do Estado, prorrogou o Decreto 12.602 que prevê a adoção de medidas emergenciais para combater o contágio do Covid-19 por mais cinco dias.

Estado tem mais quatro mortes pela Covid-19 nas últimas 24h

Subiu para 15 o número de mortes relacionadas ao novo coronavírus em Santa Catarina nesta terça-feira (7). Os números foram divulgados em coletiva no início da noite, pelo governador Carlos Moises (PSL).

Quatro mortes foram confirmadas nas últimas 24h: uma mulher de 58 anos moradora de Palhoça; um homem de 34 anos da cidade de Tubarão; uma mulher de 79 anos moradora de Criciúma e um homem de 101 anos de Florianópolis. Todos os quatro integravam os grupos de risco.

O número de casos confirmados de Covid-19 em Santa Catarina chegou a 457. Atualmente, há 49 pessoas internadas em UTIs com a doença, sendo 21 na rede pública e 28 na rede privada.

Brasil registra aumento de 114 óbitos nesta terça-feira

O número de mortes no Brasil pelo coronavírus não para de aumentar. Nesta terça-feira (7), o Ministério da Saúde divulgou mais 114 óbitos. Com isso, o país chega a 667 pessoas mortas com a Covid-19. No total foram registrados 13.717 casos oficiais, uma alta de 1.661 casos, na comparação com os dados divulgados na segunda-feira. A taxa de letalidade no país é de 4,9%.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”