Bandidos roubam R$ 16 mil, atravessam rio a nado, mas são presos pela Polícia em Indaial

Um caso de assalto e perseguição das Polícias Militar de Timbó e Indaial terminou com dois homens presos nesta sexta-feira (04). O caso aconteceu em plena luz do dia, no início da tarde. De acordo com informações da PM, tudo começou quando a dupla armada roubou uma empreiteira de obras na Rua Jamaica, no Centro de Timbó.

O construtor fazia o pagamento dos funcionários, quando foi rendido e teve R$ 16 mil levados. Os suspeitos fugiram em uma moto, porém, sofreram um acidente e caíram. Logo em seguida, eles abordaram uma mulher e roubaram a moto dela. A polícia neste momento já fazia buscas e acabou armando um certo para os bandidos.

Quando eles perceberam que estavam encurralados pelas ruas, abandonaram a moto roubada e entraram em um matagal, e atravessaram um rio a nado. Do outro lado, os suspeitos renderam uma família em uma residência e trocaram de roupa. Logo em seguida, pegaram um táxi para Indaial.

A PM seguiu na busca dos criminosos, e com o auxilio da polícia de Indaial acabou encontrando dois homens suspeitos caminhando pela Rua Pomerode, em Indaial. A dupla estava sem armas ou dinheiro, mas batia com as características repassadas pelas vítimas e ficaram detidos. Após buscas em matagais proximos da região onde os suspeitos foram detidos, os policiais encontraram duas sacolas que continham roupas molhadas, duas armas e o dinheiro roubado.

A dupla foi presa em flagrante e encaminhada à delegacia de Polícia.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”