Alterações administrativas na Prefeitura de Blumenau têm apenas uma novidade no governo

A Prefeitura de Blumenau anunciou neste domingo (03), seis novos nomes para ocupar os cargos no primeiro escalão do governo, deixados pelos pré-candidatos na próximas eleições deste ano. Entre os substitutos, apenas um não fazia parte do governo. O jornalista Rodrigo Ramos, que era assessor de imprensa do Hospital Santo Antônio será o novo presidente da Fundação Cultural, no lugar de Sylvio Zimmermann.

Nas outras secretarias, todos eles já estavam envolvidos nas pastas. Na Secretaria de Educação, a ex-diretora de educação infantil e funcionária de carreira, Patrícia Luders, sem partido, assume no lugar de Helenice Luchetta. Outro nome também sem partido é Marcelo Althoff, que era diretor Geral de Deselvolvimento Social, e agora assume como secretário.

Na Fundação Desportos, o ex-diretor administrativo da fundação, João Sendeski, do PSDB, assume como presidente, no lugar de Sérgio Galdino. No Procon, o ex-gerente de atendimento, Rodrigo Estevão, também do PSDB, substitui Alexandre Caminha.

Nas intendências foram duas saídas. No Garcia, Mauricio Goll deixou o cargo, que será de Jaime Cunha, do PSDB, que era gerente da Junta de Serviço Militar. Na Vila Itoupava, Erno Bublitz deixou a pasta, porém, ainda não foi divulgado o novo presidente.

Todas as posses acontecem nesta segunda-feira (04), em evento fechado na Prefeitura de Blumenau.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”