Aeroporto Quero-Quero é liberado parcialmente após Força-Tarefa

Foto: Carlos Tonet/JB

Após notificação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), solicitando o fechamento do aeroporto de Blumenau na última segunda-feira, dia 26, o Prefeito Napoleão Bernardes, junto a Celesc e autarquias, fizeram uma força-tarefa com o objetivo de reverter essa situação. O prefeito foi até Curitiba, onde junto ao Comandante do Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta II), solicitou a revogação da interdição do Quero-Quero.

Após melhorias feitas no aeroporto e apoio do governador Raimundo Colombo, foi conseguido a liberação parcial do Quero-Quero. Essas obras que garantiram a revogação da notificação foram feitas durante todo o final de semana pela Faema, Seterb, Celesc e Secretaria de Serviços Urbanos.

A principal utilidade do aeroporto de Blumenau são os vôos particulares de empresas e o uso de naves no transporte de órgãos para transplante. Após a interdição e força-tarefa da Prefeitura, agora, estão liberados o pouso e decolagem de aeronaves que operam em pistas com até 800 metros. O aeroporto de Blumenau tem 1450 metros, sendo que apenas 1080 são homologados pela Anac.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”