Acordo prevê medidas para evitar mortes de macacos por eletrocussão na região de Blumenau

Foto: Projeto Bugio

A Celesc, Centrais Elétricas de Santa Catarina, e a equipe do Projeto Bugio comprometeram-se a adotar medidas em conjunto para diminuir os casos de mortes de bugios por descargas elétricas na região de Blumenau. Dentre as iniciativas estão a instalação de pontes – passa-faunas -, isolamentos da rede elétrica e a cessão de armadilhas fotográficas para o monitoramento dos animais.

A Promotoria Regional do Meio Ambiente de Blumenau acompanhará as instalações, as atividades e os resultados das iniciativas, que poderão servir no futuro para a criação de um programa institucional na Celesc sobre o tema.

Estima-se que 200 animais de diversas espécies morrem por ano em decorrência do contato com a rede pública de distribuição de energia elétrica na região. Os bugios, especificamente, utilizam os postes e a fiação elétrica para se movimentar nas áreas próximas às coberturas vegetais, o que também ocasiona constantes interrupções no fornecimento de energia elétrica à população.

Recentemente, após estudos e vistorias conjuntas, a Celesc e a equipe do Projeto Bugio realizaram um levantamento dos pontos de maior ocorrência de óbitos de bugios na região e comprometeram-se com o MPSC a adotar medidas em conjunto para melhoria do quadro.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.